O Menino Nemo na Terra dos Sonhos #112: Maldito Desenhista

Little Nemo in Slumberland, criado por Winsor McCay; Tira publicada originalmente no dia 01 de dezembro de 1907 no New York Herald. Clique na imagem para visualizar no issuu.

Esta é uma das minhas tiras favoritas de Little Nemo. Na tira as personagens tomam consciência de serem apenas personagens de uma tira e se revoltam contra o artista que as desenha por deixá-los com fome. A solução dos garotos é arrancar um pedaço de um dos quadros para derrubar as letras do título e comê-las.

No teatro chamam isto de Derrubar a Quarta Parede, aquele momento em que os personagens de uma peça quebram o contrato de ignorância mútua entre eles e a platéia e passam a interagir com a espectadores que ignoravam até então. Claro que aqui Nemo e Flip se dirigem ao desenhista, que nesta tira não é mais que apenas um personagem também, mas o efeito é semelhante.

Este tipo de recurso é bastante corriqueiro hoje em dia, o roteirista Grant Morrisson usou bastante disto em O Homem Animal que, dentre outras ‘anomalias’, apresenta páginas em que os personagens se viram para encarar o leitor do gibi e dizer em seguida “Eu estou te vendo”.

A Turma da Mônica também frequentemente faz brincadeiras onde as personagens se referem aos desenhistas ou roteiristas diretamente reclamando de um ou outro aspecto da historinha, e têm plena consciência de serem personagens dentro de quadrinhos. Em uma história que me lembro agora, e uso para exemplificar, o Cebolinha aparece demonstrando sua capacidade de pronunciar os erres e quando lhe cobram uma explicação ele explana que há um roteirista novo que desconhece sua dislexia. Na Turma da Mônica, inclusive, o próprio autor é uma personagem.

Outra mídia em que este recurso é bastante usado são os desenhos animados, especialmente aqueles que abusam do nonsense como os Looney Tunes:

Agora, para exaltar mais um pouco a genialidade do McCay, imaginem o quão raro devia ser o uso disto em quadrinhos em 1907. Claro que falo aqui sem conhecimento de causa, não li outros quadrinhos da época, mas imagino que seja algo de fato completamente inovador e talvez até mesmo a primeiríssima ocorrência disto em uma HQ.

Anúncios

6 respostas em “O Menino Nemo na Terra dos Sonhos #112: Maldito Desenhista

  1. Existe uma tira mais ou menos conteporânea à Little Nemo chamada Walt & Squeezy, onde o uso de várias inovações narrativas era constantemente usado, inclusive os quadros interligados formando um painel contínuo, esta obra também ganhou uma edição da Sunday Press em formato tablóide como Little Nemo.

  2. Foi mal Murak, a grafia correta é Walt and Skeezix, seu autor se chama Frank King.Agora vai achar.Espero que goste!

    • Isso explica! haha

      Dando uma olhada a princípio dá pra ver muitas semelhanças. A disposição dos quadros, o ângulo em que as personagens aparece, o quadro inicial mais comprido…Bem legal!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s