Little Margie in Misty Magic Land

Uma das homenagens mais óbvias a Little Nemo in Slumberland é a que Alan Moore, J. H. Williams III e Mick Gray fizeram em sua HQ Promethea. Nesta obra há uma personagem, a Promethea, que existiu em vários planos distintos, variando entre contos medievais de literatura de pulpa, histórias em quadrinhos para crianças publicadas no início do século e outros mais ou menos inusitados. Curiosa e incidentalmente esta história em quadrinhos em que a personagem figurava é publicada em 1905 (ano em que Little Nemo começou a ser publicado) e as semelhanças com Nemo não param por aí.

Segue uma página do gibi dentro do gibi:

Promethea, como todos os trabalhos do Moore, é algo que deve ser lido. Eu teria ânimo para traduzir as tiras de Little Margie e publicar aqui, entretanto para não infringir nenhuma lei de direitos autorais não o farei, mas se tiverem curiosidade, existem edições em português de Promethea, embora eu não saiba se completas, mas a edição em português que eu li, não vinha com as histórias da Little Margie, infelizmente.

Anúncios

3 respostas em “Little Margie in Misty Magic Land

  1. Puxa legal demais isso aí hen? Alan Moore é mesmo um gênio! Existe umas edições de Promethea lançadas nos EUA, da linha Absolute Edition, realmente luxuosas, elas vêem dentro de uma caixa, formato grande, marcador de página em tecido e vários extras, a de Promethea acho que é em dois volumes, já vi na Fnac um deles e é super caro! Até mesmo se importar não fica tão barato, Existe um outro artista que prestou uma belíssima homenagem à Little Nemo, ele se chama Giardino, ele fez um álbum chamado Little Ego, onde uma garota se mete em várias confusões quando dorme mas sempre em algo que envolva erotismo, é bem legal e o traço é fenomenal! Recomendo dar uma olhada, a Martins Fontes publicou ele a muitos anos atrás.

    • Já li a respeito de Little Ego, mas nunca vi nem uma imagem sequer. E as edições da Martins Fontes são meio caras pela raridade. As edições brasileiras que eu li de Promethea acho que eram até baratas, mas não eram edições de luxo, que no Brasil costumam ser hiper caras (vide as nossas edições de Sandman, por exemplo).

  2. Vou te mandar um arquivo de Little Ego que tenho aqui, não é pirataria, é mais pela raridade mesmo! Cheque seu e-mail e terá uma bela surpresa! Até mais!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s